Notícias

07/07/2012 | Novo livro: Nas trilhas da política ambiental: conflitos e agendas


Autor: Leonardo Bis
Formato 14x21 cm, 242 páginas
ISBN 978-85-391-0395-9

O presente livro torna-se relevante por apresentar uma nova perspectiva à reflexão de uma temática vital para a perpetuação dos seres humanos - o meio ambiente. Os recursos ambientais, inegavelmente, são a base da reprodução material da sociedade e passam por um momento de questionamento sobre sua capacidade de suporte. Um possível colapso num futuro próximo é motivo de preocupação global, conferindo importância ímpar ao campo de estudos. Apresenta-se como objetivo geral desta obra a análise da fundamentação do contexto moderno com foco nas relações homens-naturezas, bem como os conflitos advindos das diferentes formas de exploração do meio ambiente e suas interrelações com as medidas adotadas para conter os níveis de degradação ambiental. Nesse sentido, interessou pesquisar como a sociedade civil, consciente ou inconscientemente, busca atingir seus objetivos manipulando de diversas formas os conflitos sociais. Este tema, inclusive, continua a ser buscado, mas agora em pesquisa de doutorado em história na UFES.

O objeto empírico da pesquisa recaiu sobre a criação de duas unidades de conservação marinhas contíguas, entre os municípios da Serra e de Aracruz. Foram as primeiras unidades marinhas criadas no ES, e envolveu doses de conflitos com empreendimentos da época, como a Thotam, descoberta das primeiras jazidas marinhas de petróleo na região, bem como disputas agrárias entre indígenas, quilombolas e a extinta Aracruz Celulose SA.

O livro tem 242 páginas. Seu preço de catálogo é R$ 42,00, mas o preço de lançamento com desconto está saindo por R$ 31,50 no site da própria editora.
http://www.annablume.com.br/comercio/product_info.php?products_id=1733&PHPSESSID=mcq833rt3aso6lbspi2ifs0og7

Leonardo Bis é sociólogo (UFES), especialista em educação ambiental (IFF), master of business administration - MBA - em gerenciamento de projetos (FGV), mestre em políticas sociais (UENF) e doutorando em história (UFES).



Leia também:

03/05/2019
Nota: falta de transparência no corte de verbas no ensino superior é preocupante.

20/02/2019
ESCOLHA DO NOVO CONSELHEIRO: CRITÉRIOS POLÍTICOS QUE SEGUEM DESAGRADANDO A SOCIEDADE CIVIL E A POPULAÇÃO CAPIXABA

29/01/2019
Das nomeações para cargos do governo do Estado do Espírito Santo

27/01/2019
NOTA: Resistir é preciso De Mariana à Brumadinho impera a ineficiência e irresponsabilidade pública e privada

04/01/2019
NOTA: Inciso aprovado no estatuto do COAF gera preocupação



(c) 2009-2020. Transparência Capixaba - Todos os direitos reservados.
Porto