Notícias

15/06/2012 | Madalena dá explicações à Câmara, mas a portas fechadas


Vice-prefeita da Serra vai se reunir com os vereadores no gabinete da presidência

12/06/2012 - 22h16 - Atualizado em 12/06/2012 - 22h16 - A Gazeta - Letícia Gonçalves - lgoncalves@redegazeta.com.br

A vice-prefeita da Serra, Madalena Santana (PSB), prestará esclarecimentos aos vereadores da cidade hoje à tarde sobre o imbróglio envolvendo as viagens dela e do prefeito Sérgio Vidigal (PDT) ao exterior.

A ausência dos dois, ao mesmo tempo, deixou a cidade sem um chefe do Executivo por cinco dias.

O encontro entre Madalena e os parlamentares deve ocorrer na sala da presidência, mas o horário ainda não estava definido até a noite de ontem. A vice-prefeita confirmou que irá à Câmara. 

De acordo com o vereador Antônio Aquino (PSB), o Boy do INSS, não há previsão de que ela compareça à sessão ordinária, marcada para as 18 horas. "Espero que todos os vereadores participem da reunião", disse o vereador.

Jamir Malini (PTN) diz que a vice não tem a obrigação de se explicar em plenário porque não foi convocada e, sim, convidada a falar com os vereadores. No entanto, o parlamentar acredita que um pedido de desculpas público seria mais adequado. 

"Eu posso até sugerir que ela faça isso na sessão, que dê explicações também à população e à imprensa. Não adianta pedir desculpas somente aos vereadores. A população também participa das sessões", afirmou Malini.

Um decreto, publicado no mural da prefeitura da Serra, transferiu o exercício do Poder Executivo do prefeito para a vice entre o último dia 5 e ontem. 

Mas, no dia 2, Madalena viajou, em missão oficial para Barcelona, Espanha. Três dias depois, Vidigal embarcava para Israel, para participar de um retiro religioso custeado com recursos próprios.

A vice-prefeita já admitiu que foi avisada sobre a viagem do prefeito e sabia que as ausências coincidiriam. Mesmo assim, ela chegou a negar que estivesse fora do país quando já estava no exterior. Depois, reconheceu à reportagem de A GAZETA que não falou a verdade.

O episódio repercutiu mal no meio político e foi alvo de críticas de alguns vereadores, que exigiram explicações.

Vidigal informou a um servidor que embarcaria para o Brasil ainda na manhã de ontem. Hoje, ele deve retomar à função na prefeitura, como prevê o ato de transferência.

Reunião marcada por choro

Em reunião realizada na última segunda-feira com secretários e servidores municipais, a vice-prefeita da Serra, Madalena Santana (PSB), foi às lágrimas e pediu desculpas por ter assumido o compromisso de permanecer na cidade, mas ter se ausentado.

O encontro foi na sala do secretário de governo, João Felício Scárdua. Madalena detalhou a viagem a Barcelona, Espanha, sobre a qual diz ter feito um relatório.

O encontro entre o prefeito Sérgio Vidigal (PDT) e a vice, no entanto, ainda não tem data prevista.



Leia também:

03/05/2019
Nota: falta de transparência no corte de verbas no ensino superior é preocupante.

20/02/2019
ESCOLHA DO NOVO CONSELHEIRO: CRITÉRIOS POLÍTICOS QUE SEGUEM DESAGRADANDO A SOCIEDADE CIVIL E A POPULAÇÃO CAPIXABA

29/01/2019
Das nomeações para cargos do governo do Estado do Espírito Santo

27/01/2019
NOTA: Resistir é preciso De Mariana à Brumadinho impera a ineficiência e irresponsabilidade pública e privada

04/01/2019
NOTA: Inciso aprovado no estatuto do COAF gera preocupação



(c) 2009-2020. Transparência Capixaba - Todos os direitos reservados.
Porto